Programa Minha Casa Minha Vida – Medida Provisória 497

31, julho, 2010

A Medida Provisória nº 497, de 27 de julho de 2010, que trata principalmente de desoneração tributária para construtoras de estádios de futebol, TAV (Trem de Alta Velocidade) e outras obras também beneficia o Programa Minha Casa Minha Vida. Lembrando sempre que Medida Provisória tem força de lei.

Os artigos 29 e 30 da medida tratam especificamente do Minha Casa Minha Vida. Pelas novas regras, agora os benefícios do programa se estendem até 2014 e os valores dos imóveis podem chegar a R$ 75.000,00 (contra R$ 60.000,00 anteriormente). Além disso, a construtora pode realizar pagamento unificado de tributos equivalente a 1% da receita por mês do contrato de construção.

Veja a íntegra da Medida Provisória aqui.

Minha Casa Minha Vida, Notícias

Feirão Caixa da Casa Própria em mais 6 cidades brasileiras

21, maio, 2010

Nesta sexta-feira, 21 de maio, até o próximo domingo, o Feirão da Casa Própria, realizado pela Caixa Econômica Federal, estará presente em mais seis cidades brasileiras. Após passar por São Paulo, Curitiba, Fortaleza, Salvador e Belém, o evento agora ocorre nas cidades de Florianópolis, Porto Alegre, Brasília, Recife, Uberlândia e Campinas.

Só em Porto Alegre, onde existe a maior quantidade de ofertas de imóveis, a Caixa Econômica pretende fechar negócios que totalizam R$4,5 bilhões, disponibilizando mais de trinta e nove mil unidades. Em Minas Gerais, após passar por Uberlândia, o evento seguirá para a capital Belo Horizonte.

Serão ofertados também imóveis dentro do Programa Minha Casa Minha Vida.

Por Elizabeth Preático

Fonte: R7

Caixa Econômica, Casa Própria, Feirão, Feirão Caixa, Feirão da Casa Própria, Minha Casa Minha Vida

PAC 2 terá imóveis com energia solar

31, março, 2010

Mesmo com a afirmativa do Presidente Lula de que na primeira fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) somente 40% dos projetos foram concluídos, no lançamento da segunda fase, a futura candidata à sucessão presidencial pelo PT, Ministra Dilma Rousseff, disse que muito mais será investido e que as moradias construídas através desta segunda fase terão seu abastecimento de energia através da luz solar.

Os investimentos previstos para segunda fase do PAC giram em torno de R$ 958,9 Bilhões a serem investidos em obras nos seis grupos que compõem o plano (cidade-melhor, comunidade cidadã, Minha casa, Minha vida, água e luz para todos, transportes e energia).

Para o programa habitacional “Minha casa, Minha Vida”, serão destinados R$ 71,7 Bilhões, o que juntamente com o PAC 1, caso as metas previstas sejam atingidas, reduzirá o déficit habitacional à metade, conforme informação da Ministra Dilma.

Resta agora somente que os projetos saíam do papel, que sejam postos em execução e as metas sejam atingidas.

Fonte : www.uol.com.br

Camila Campanerut – Brasília.

Energia Solar, Imóveis, Minha Casa Minha Vida, PAC 2

Taxa de Condomínio pode sair mais cara do que prestação do Imóvel

31, março, 2010

Para as famílias de baixa renda, faixa de até três salários mínimos, a menor atendida pelo programa do governo, “Minha Casa, Minha Vida”, existe mais uma preocupação em relação ao seu tão sonhado imóvel: O valor do condomínio.

A taxa de condomínio a ser cobrada dos imóveis de menor valor poderá ser de R$ 100,00 mensais, exatamente o dobro do valor da prestação mínima dos imóveis.

Não existe nenhuma norma que estabeleça que o valor do condomínio seja menor que a prestação ou que exista qualquer relação entre as duas contas. Nem mesmo as construtoras informam antes qual o valor a ser cobrado. Desta forma, esta despesa, possivelmente acima da capacidade financeira das famílias de baixa renda acabará gerando inadimplência.

Preocupado com isto o sindicato da habitação (Secovi-SP) montou uma comissão para debater o assunto.

Fonte : www.ig.com.br

Financiamento, Minha Casa Minha Vida, Taxa Condomínio

Documentação pode atravancar metas do “Minha Casa, Minha Vida”

2, dezembro, 2009

Uma reportagem veiculada pela Agência Estado atesta que Jorge Hereda, vice-presidente de Governo da Caixa Econômica Federal, disse que o banco tentará seguir à risca suas metas iniciais para contratar as 400 mil unidades estimadas dentro do programa “Minha Casa, Minha Vida”. Para tanto, relata que a documentação dos projetos precisa, necessariamente, estar completa.

Se isso não acontecer, ou seja, se a documentação não estiver em dia, parte das 400 mil unidades serão efetivadas apenas no ano que vem. Ainda dentro dos números do programa, 1 milhão de moradias poderão ser contratadas até o final de 2010.

Em entrevista à AE, Paulo Safady Simão, presidente da Câmara Brasileira da Indústria de Construção (CBIC), relata que até o atual momento, apenas 130 mil das 495 mil unidades foram contratadas. Portanto, prevê que até o final deste ano não serão conquistadas as contratações em sua totalidade.

A matéria completa pode ser lida em aeinvestimentos.limao.com.br.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Caixa Econômica, Construção, Imovel, Minha Casa Minha Vida, Moradias