Arquivo

Arquivo do autor
 






Tecnisa irá aceitar Cartões de Crédito para Compra de Imóveis

24, abril, 2010

O setor de imóveis tem apostado em novas ferramentas para comercializar mais amplamente residências particulares e comerciais. As novas tecnologias aliadas a equipes treinadas têm permitido que brasileiros conquistem o sonho da casa própria sem, necessariamente, sair de casa.

Mesmo assim, há aqueles que, não importa como, querem mais formas de pagamentos. A Tecnisa, uma das líderes do mercado, está em processo final para aceitar cartões de crédito da bandeira Mastercard como forma de financiamento. A assessoria de imprensa da companhia estima que já em abril os clientes poderão contar com essa possibilidade.

Inicialmente, a companhia destinará o intento aos empreendimentos da linha Tecnisa Flex, com unidades valorizadas entre R$ 100 e R$ 250 mil. A condição é para poucos: 6x sem juros.

Por Luiz Felipe T. Erdei

bruno Notícias, Tecnisa

Venda de Materiais de Construção Cresce 25% em Março

22, abril, 2010

A indústria de materiais de construção tem conquistado avanços significativos em solo brasileiro, ainda mais com a recente decisão de Guido Mantega, Ministro da Fazenda, ao estender a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) até 31 de dezembro, para o segmento.

Em nota divulgada no dia 20 de abril, terça-feira, a Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) revelou que as vendas pelo setor subiram 25,87% em março deste ano em comparação ao período igual de 2009. Em relação a fevereiro, embora um pouco abaixo, o varejo de materiais obteve ascensão de 22,67%.

Reportagem veiculada pela agência de notícias Reuters assinala que no primeiro trimestre de 2010 o segmento acumula crescimento de 19,9% ante os três meses iniciais de 2009, apesar de as perdas nos últimos meses terem alcançado 4,89%.

Com os dados em mãos, a Abramat acredita que haverá retomada da indústria de materiais, principalmente se se levar em conta a nova fase do programa “Minha Casa, Minha Vida”, sustentado, então, pela etapa dois do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2).

Mais informações podem ser acessadas aqui.

Por Luiz Felipe T. Erdei

bruno Construção, Construção Civil, Materiais de Construção, Notícias

Aluguel Imóveis em São Paulo sobe 10% em 2010 – Pesquisa Secovi-SP

19, abril, 2010

A pesquisa mensal realizada pelo Secovi-SP abaliza que os aluguéis de apartamentos e casas negociados no mês passado assinalaram avanço médio de 10% no período acumulado dos últimos 12 meses.

O portal de economia do Estadão ajuíza que essa alta é a maior variação dentro de um tempo de um ano, desde junho de 2009, quando houve ascensão de 11,33%. Caso março seja comparado a seu mês anterior, os novos contratos de aluguem contraíram ascensão de 2%.

Os imóveis de até dois quartos, em específico, foram os que mais tiveram acréscimo entre fevereiro e março, de 2,5%. Por outro lado, o aluguel de residências de somente um dormitório apontou crescimento médio de 2%, diferentemente de três quartos, com elevação de 0,8%.

Fonte: Estadão

Por Luiz Felipe T. Erdei

bruno Aluguel, Imóveis, São Paulo

Rossi Residencial irá Construir Imóveis para Programa “Minha Casa, Minha Vida”

31, março, 2010

Assim como em empresas de outros segmentos do país, a Rossi Residencial afirmou, em 30 de março, terça-feira, que intensificará a sua abrangência a pessoas de baixa renda por meio de, aproximadamente, 25 mil unidades voltadas a essa casta.

A agência de notícias Reuters indica que do total de 25 mil moradias estimadas, 80% delas farão parte do programa habitacional do governo “Minha Casa, Minha Vida”. Um dos principais fatores para a efetivação dessa idealização deve-se ao sistema de edifícios pré-moldados, que diminuem consideravelmente os custos de construção das residências.

Um importante aspecto à Rossi é o lucro de quase 370%, ou R$ 77 milhões, obtido entre outubro e dezembro do ano passado em comparação ao mesmo período de 2008. Mesmo assim, analistas da Reuters esperavam um pouco mais para a construtora, algo em torno de R$ 84,5 milhões.

Para conferir mais informações acesse aqui.

Por Luiz Felipe T. Erdei

bruno Imóveis Novos, Lançamento Imóvel, Notícias, Rossi

Queda Vendas Materiais de Construção – 2010

25, março, 2010

O setor da construção civil, subitamente impulsionado pelos programas do governo brasileiro, apresentou avanço nas vendas de materiais ao segmento, com 19% em fevereiro ante o mês igual do ano passado, embora queda de 4,15% tenha sido apontada em relação a janeiro deste ano.

A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) relata que a retração constatada deve-se, sobretudo, ao menor número de dias úteis no mês. Segundo Melvyn Fox, presidente da entidade, no acumulado assinalado no primeiro bimestre houve alta de 16,31% em relação ao período igual do ano passado.

A agência de notícias Reuters indica que nos últimos 12 meses o varejo de materiais de construção aglomera tombo de quase 7,7%, enquanto que a comercialização de materiais de acabamento apontou aumento de mais de 13,4% em fevereiro ante o mesmo mês do ano passado, mas decaiu 3,56% se comparado a janeiro de 2010.

Confira outras informações aqui

Por Luiz Felipe T. Erdei

bruno Construção Civil, Materiais de Construção, Notícias

Mercado Imobiliário Brasil – Queda Investimentos Estrangeiros

25, março, 2010

O mercado imobiliário no Brasil demonstra uma desaceleração em relação aos imóveis no litoral desde o último ano.

De acordo com a publicação britânica OPP, este fato se deve ao grande número de estrangeiros, que preferem, diante da crise, aguardar outra oportunidade antes de se comprometer com mais investimentos estrangeiros. Portugueses, espanhóis e noruegueses invadiram a costa nordestina em 2007 à procura de um lugar ao sol e preço baixo.

Apesar de terem encontrado seu refúgio ideal, estes mesmos investidores agora têm dificuldade de retorno em seus investimentos. Vários projetos foram lançados no exterior como opções de investimento, especialmente para aluguel. No entanto, brasileiros tradicionalmente saem de férias em janeiro e fevereiro, fazendo o mercado de segunda residência, um mercado difícil e sem garantias durante o resto do ano.

Antes de comprar como investimento, o estrangeiro deveria pensar em utilizar seu imóvel para suas próprias férias. Assim, evitaria decepções e curtiria o que o nosso litoral tem de melhor a oferecer.

bruno Investimento, Notícias

Mercado Imobiliário Rio de Janeiro – Áreas em Crescimento com Olimpíadas

25, março, 2010

Já de olho no faturamento que as olimpíadas irão gerar no Brasil, investidores estrangeiros concentram-se no mercado imobiliário do Rio de Janeiro. Apesar de áreas como Copacabana e Ipanema estarem entre as mais populares, estas são também áreas caras com pouco retorno na apreciação do capital.

Por conta disto, investidores apostam em áreas centrais, porém menos valorizadas, mas que apresentam grande potencial, como o bairro de São Cristovão e Quinta da Boa Vista.

Construtoras como a Concal investem pesado em projetos para a classe média, com 2 ou 3 quartos além de todo o luxo que se espera de apartamentos novos ou na planta como piscina, playarea, brinquedoteca, solarium e até mesmo spa em alguns dos projetos.

Além destas áreas mencionadas, investidores estrangeiros estão também de olho em oportunidades comerciais em áreas com potecial de plena revitalização como a região do cais do porto e rodoviária Novo Rio.

bruno Investimento, Notícias, Rio de Janeiro

SECOVI-SP – Curso Técnicas de Vendas e Negociações – Setor Imobiliário

25, março, 2010

A Secovi SP promove uma iniciativa de grande importância para o mercado imobiliário: curso de técnicas de vendas e negociações.

O programa que acontece de 27 a 29 de abril na Universidade Secovi, serve como uma excelente forma de reciclagem para corretores experientes e para aqueles que estão iniciando carreira. Técnicas inovadoras e com foco em forte comunicação entre cliente e corretor, serão o grande tema do curso que também deve abordar técnicas de marketing pessoal, crucial para o sucesso do corretor profissional.

Segundo o professor Luiz Paulo Bernardi, responsável pelo curso, a meta é exemplificar negociações de sucesso através da utilização da Neurolinguística. A Neurolinguística prevê a observação comportamental do indivíduo e como utilizar tal comportamento a favor de uma negociação de sucesso.

Uma excelente dica para todos os profissionais de venda, especialmente do setor imobiliário. Maiores informações na Secovi SP.

bruno Notícias, Secovi, São Paulo

DMC Imóveis – Construtora Cosil se une com MC Brasil

24, fevereiro, 2010

A Cosil, construtora de Sergipe que atua em Pernambuco junto com a MC Brasil, acaba de firmar uma parceria que promete agitar com as vendas de empreendimentos da empresa no estado.

Agora a construtora conta com a participação da DMC Imóveis, que ficará encarregada da realização das negociações dos projetos Riviera Boa Viagem Condomínio Clube e Torres do Mirante. Os empreendimentos estão localizados, respectivamente, nos bairros da Boa Viagem, na zona sul do Recife, e da Caxangá.

Por: Alexandre de Souza Acioli

bruno Cosil, Notícias, Pernambuco

Lançamentos de Imóveis cresce 114% em Agosto

15, outubro, 2009

Na medida em que o tempo passa, a paisagem urbana apresenta novos imóveis, principalmente condomínios residenciais – aparentemente, a tendência deste século XXI. De acordo com a Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio (Embraesp), o número de imóveis desse segmento germinados na capital de São Paulo totalizou, em agosto, 3.340 unidades.

Os dados indicam uma alta de 114% diante de julho; representa, também, o maior volume registrado em 2009. Estas informações foram divulgadas pelo Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo (Secovi-SP).

Destas unidades, os imóveis de dois e três dormitórios apresentam um destaque, com a criação de 1.160 e 1.311 unidades, respectivamente. Em seguida, apartamentos de quatro ou mais dormitórios denotaram 516 unidades. No acumulado do início deste ano até o momento, pouco mais de 20 mil imóveis residenciais foram comercializados, um pouco abaixo em relação ao ano passado, quando foram negociados 25.920.

Por Luiz Felipe T. Erdei

bruno Imovel, Imóveis Novos, Lançamento Imóvel