Aluguel de Imóveis para Temporada no Rio de Janeiro – RJ

23, janeiro, 2010

As praias da zona sul carioca ainda são as que mais atraem turistas no verão. E o mercado imobiliário fica aquecido com a preferência pelo aluguel de imóveis para temporada.

Os bairros com maior número de ofertas de aluguel desses imóveis são Copacabana, Botafogo, Flamengo. Mobiliados, bem localizados e com a segurança do condomínio, os apartamentos também são mais fáceis de serem encontrados do que as casas.

Os preços variam por diária (em média, de R$100,00 a R$300,00) ou mês (de R$500,00 a R$2.000,00). Geralmente os proprietários cobram dessa modalidade um preço mais alto do que o tradicional aluguel de baixa temporada.

Por Karina Gonçalves

Alta temporada, Aluguel, Imobiliárias, Rio de Janeiro

Crescem o número de imóveis financiados pela Poupança (Abecip)

21, janeiro, 2010

A Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip) expôs que o financiamento imobiliário a partir de recursos originados da poupança estabeleceu recorde no ano passado, tanto no número de unidades quanto em valor. De acordo com dados mais aprofundados, o valor financiado atingiu pouco mais de R$ 34 bilhões, estabelecendo, pois, um aumento de 13,3% em comparação com 2008.

As unidades financiadas conquistaram a marca de quase 303 mil, quase 3 mil a mais que em 2008, ocasião na qual já havia sido constatado um recorde, conforme informações apregoadas pela Agência Estado.

Na mesma reportagem, foi divulgado que a Abecip projeta que a utilização do crédito habitacional com recursos da poupança deve ascender 50% neste ano. Em 2009, a captação líquida – depósitos menos retiradas – originada de recursos da poupança aumentou aproximadamente 11%.

Confira mais informações aqui.

Por Luiz Felipe T. Erdei

Abecip, Financiamento, Poupança

Novas regras para o aluguel de imóveis

19, janeiro, 2010

Para quem aluga imóvel, fique de olho – as regras mudaram!

As mudanças visam animar os proprietários, e fazer com que imóveis até então fechados, possam ser alugados.

Dentre as mudanças, pode-se citar:

  • Pessoas com pagamento em atraso, depois de notificadas, terão apenas 15 dias para resolver sua situação; Caso não pague, assim que o juiz autorizar, o inquilino terá 1 mês para se retirar do imóvel;
  • Caso o inquilino queira se mudar antes do término do contrato, a multa será proporcional ao tempo que resta para acabar o contrato;
  • Fiador poderá desistir de sua função, porém, precisará avisar as partes antes; depois disso, o inquilino terá 4 meses para arrumar outra forma de garantia;
  • Se houver renovação automática do contrato, o fiador é automaticamente liberado do compromisso.

Hoje, praticamente trinta milhões de brasileiros moram em imóveis alugados.

Aluguel, Contrato, Dicas, Imovel